Joana Bicho - Psicóloga | Psicanálise
21193
page,page-id-21193,page-template-default,ajax_fade,page_not_loaded,,select-theme-ver-2.3.1,wpb-js-composer js-comp-ver-4.3.5,vc_responsive
psicanalise

A Psicanálise é um tipo de intervenção psicoterapêutica complexa e profunda, de modo atingir objetivos específicos. Não visa apenas a melhoria sintomática mas uma profunda alteração da dinâmica da personalidade.


Tem os mesmos pressupostos que uma Psicoterapia Psicanalítica, permitindo aceder aos processos inconscientes e às dinâmicas do funcionamento mental que estão por trás dos sintomas como a ansiedade, depressão, pânico, evitamentos fóbicos, entre outros, mais visa um maior aprofundamento dos mesmos.

Varia da Psicoterapia Psicanalítica em termos da técnica, uma vez que o paciente se encontra deitado e o Psicanalista por detrás do mesmo, facilitando a expressão de forma espontânea e livre, a associação de memórias, emoções, pensamentos, sonhos e a comunicação inconsciente e consciente entre ambos. As sessões de Psicanálise devem ser bastante frequentes (normalmente 3 sessões por semana) e o ritmo deve manter-se estável ao longo do processo. O processo é duradouro devido à profundidade e às mudanças que se pretendem atingir. Ao longo do processo, terapeuta e paciente criam um campo relacional que proporciona um caminho de reparação de feridas psíquicas, alterações de padrões relacionais, auto-conhecimento, e a remissão de sintomas psicopatológicos.


O paciente pode iniciar o seu percurso através da Psicoterapia e depois avançar, consoante os objetivos e as necessidades, para uma Psicanálise.



CRIANÇA | ADOLESCENTE | ADULTO | O ESPAÇO